Após ser repreendido por Deus, presidente filipino promete parar de falar palavrões


Presidente filipino afirmou que Deus derrubaria seu avião se ele não parasse de falar palavrões


O presidente filipino, Rodrigo Duterte –que já ofendeu líderes mundiais, chamando de “filhos da p***”, o papa Francisco e o presidente americano, Barack Obama—, afirmou ter decidido, após um ultimato de Deus, não mais dizer palavrões.

O polêmico líder asiático fez a declaração a repórteres na noite desta quinta-feira (27) ao chegar ao aeroporto sua cidade de origem, Davao, no sul das Filipinas, após uma visita ao Japão.

Segundo Duterte, 71, ele estava no avião olhando para o céu enquanto as outras pessoas dormiam, algumas roncando, quando ouviu uma voz que disse “se você não parar com os palavrões, eu derrubarei o avião em pleno voo”.

“Então eu disse ‘quem é?’ Então, claro, ‘é Deus'”, afirmou. “Prometi a Deus (…) não dizer gírias, blasfêmias e tudo mais.”

Recebida com surpresa, a promessa de Duterte provocou aplausos, aos quais respondeu: “Não aplaudam demais ou isso pode sair dos trilhos”.

Duterte já xingou Barack Obama de “filho da p***” após ter sido questionado sobre as críticas a sua política de guerra às drogas nas Filipinas. Antes, o presidente filipino havia criticado o papa Francisco e o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Não se sabe se Duterte conseguirá manter sua promessa.

Antes de tomar posse como presidente, em junho, ele disse que estava aproveitando seus últimos momentos enquanto uma “pessoa rude”. “Quando eu virar presidente, quando eu jurar meu cargo (…) será outra história. Haverá uma metamorfose”.

Mas, mesmo após assumir a Presidência, o filipino manteve seu estilo desbocado e fez dele uma marca de seu governo linha-dura.

Fonte: Folha

A Rede Pentecostal é o maior portal de Notícias Gospel do segmento pentecostal no Brasil.