Igreja Deus é Amor move ação contra o Google e o Facebook


Igreja estaria acusando internautas de cometerem crimes através de perfis anônimos nas Redes Sociais


Segundo informações disponíveis no site  Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), a Igreja Pentecostal Deus é Amor (IPDA) moveu uma ação judicial contra a Google e o Facebook. A vice-presidente da instituição, a cantora evangélica Débora Miranda, também moveu ação contra as gigantes americanas.

O processo foi aberto em Março desse ano na 4ª Vara Cível do Fórum João Mendes no centro da capital paulista. As empresa Google Brasil Internet Ltda e Facebook Serviços Online do Brasil Ltda já foram notificadas pela justiça. Pelo que consta nas primeiras decisões a respeito do caso, a IPDA estaria acusando internautas de cometerem crimes através de perfis anônimos nas Redes Sociais. O TJSP não foi divulgou publicamente quais são os perfis ou quais crimes supostamente teriam sido cometido pelos acusados.

O juiz negou o pedido de segredo de justiça e o pedido de tutela antecipada que em outras palavras, daria aos autores da ação a antecipação das solicitações feitas nos autos do processo. O TJSP não divulgou o teor da petição do advogado da igreja, entretanto em uma das decisões publicadas pelo juiz Dr. Rogério Murillo Pereira Cimino, ele afirma que as informações que os autores da ação querem obter são protegidas constitucionalmente, de modo que apenas com forte justificativa a justiça poderia retirar do cidadão de bem, que é terceiro nesta ação, a proteção que lhe foi dada pela própria Constituição Federal, sugerindo que a Igreja pode ter solicitado à justiça a quebra do sigilo de perfis de terceiros nessas Redes Sociais, inclusive no Youtube que pertence à Google.




“Geralmente quando alguém ou alguma instituição tem problemas com perfis do Facebook ou mesmo canais do Youtube que de alguma forma possam estar prejudicando sua imagem, sempre denunciam o conteúdo ofensivo para que seja retirado do ar, entretanto o Facebook e o Google tendem a negar a retirada do conteúdo e nesse momento os prejudicados precisam recorrer à justiça para conseguir descobrir dados pessoais dos acusados ou mesmo o endereço IP dos computadores para que os acusados possam ser eventualmente responsabilizados”, comentou o administrador da Rede Pentecostal, Saulo Souza da Cruz.

Problemas nas Redes Sociais

A Igreja Pentecostal Deus é Amor vem sofrendo criticas intensas nas Redes Sociais de canais do Youtube e perfis do Facebook anônimos. Em Janeiro desse ano, a cantora Débora Miranda chegou a pedir através das Redes Sociais que os membros da IPDA denunciassem um canal do Youtube por difamar a Igreja Deus é Amor com “vídeos e depoimentos falsos”. “Há um canal ativo no youtube, criado especificamente para difamar com mentiras e videos com imagens, fotos, depoimentos falsos e administradores ocultos, que não se revelam, talvez por temerem encarar a verdade”, declarou a cantora na época. Débora ainda ressaltou que a IPDA está sendo alvo de muitos ataques de pessoas que “escondem seus rostos, suas identidades, assim como as verdades em suas informações” e garantiu que a igreja não ficará inerte perante o que está ocorrendo. “Não nos calaremos, pois nosso compromisso é com Deus!”

A Rede Pentecostal é o maior portal de Notícias Gospel do segmento pentecostal no Brasil.