IPDA vai a justiça para saber quem está por trás do canal que publicou a herança da família Miranda


Segundo fonte anônima processo movido pela IPDA tem como objetivo descobrir quem são os donos do Canal “O Falso Evangelho”


Segundo o youtuber e humorista cristão, André Carpano, o processo que a Igreja Pentecostal Deus é Amor moveu contra o Google e o Facebook tem por objetivo saber quem são os proprietários do Canal do Youtube “O Falso Evangelho”. Em um vídeo publicado no youtube, Carpano informa que recebeu de uma fonte anônima a informações que a Igreja está exigindo que o conteúdo do Canal “O Falso Evangelho” seja excluído e que a identidade dos autores seja revelada para que a igreja possa compor um possível processo por danos morais e materiais contra os proprietários do canal.

Conforme matéria publicada pela Rede Pentecostal no dia 2 de junho, a IPDA processou o Google e o Facebook para conseguir a identidade dos responsáveis por críticas à denominação nas Redes Sociais. A matéria repercutiu nos principais portais de notícias evangélicas do país que estamparam na primeira página a surpreendente decisão da liderança da IPDA.




Desafeto da Igreja Deus é Amor, o Canal “O Falso Evangelho” é um perfil anônimo que vem publicando desde abril de 2016, uma série de vídeos no Youtube expondo os escândalos envolvendo a denominação pentecostal e a família Miranda, controladora da instituição. O canal chegou a publicar em novembro de 2016 um documento mostrando todos os bens e a herança deixada pelo fundador da IPDA, Missionário David Martins Miranda, avaliada em quase 100 milhões de reais. O canal também foi um dos principais responsáveis pela denuncia que culminou na saída do Pastor David Miranda Filho da IPDA após o deusamorense se envolver em um escândalo sexual.

Em Janeiro desse ano, a cantora Débora Miranda chegou a pedir através das Redes Sociais que os membros da IPDA denunciassem o Canal do Youtube “O Falso Evangelho” por difamar a Igreja Deus é Amor com “vídeos e depoimentos falsos”. “Há um canal ativo no youtube, criado especificamente para difamar com mentiras e videos com imagens, fotos, depoimentos falsos e administradores ocultos, que não se revelam, talvez por temerem encarar a verdade”, declarou a cantora na época. Débora ainda ressaltou que a IPDA está sendo alvo de muitos ataques de pessoas que “escondem seus rostos, suas identidades, assim como as verdades em suas informações” e garantiu que a igreja não ficará inerte perante o que está ocorrendo. “Não nos calaremos, pois nosso compromisso é com Deus!”



“A Deus é Amor não intimida ninguém”

Em novo vídeo postado no Canal “O Falso Evangelho”, um dos defensores do canal criticou a IPDA por mover o processo e afirmou que “a Deus é Amor não intimida ninguém”. “Nós recebemos ameaças, nós sabemos que querem a nossa cabeça mas não estamos nem aí. As denuncias vão continuar”, declarou.

Até o momento a Igreja Pentecostal Deus é Amor não se manifestou publicamente sobre o caso.

A Rede Pentecostal é o maior portal de Notícias Gospel do segmento pentecostal no Brasil.