Publicado em: seg, fev 20th, 2017

Justiça do Amapá indefere pedido que proibia Wellington Junior de concorrer a presidência da CGADB

A Justiça do Estado do Amapá indeferiu o pedido do Pastor Gesiel de Souza Oliveira que pediu a anulação do registro de candidatura do pastor José Wellington Bezerra da Costa Júnior à presidência da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, cujas eleições ocorrerão em Abril desse ano.

Há 2 semanas atrás, a justiça do Estado de Goiás, havia acatado o pedido de Gesiel Oliveira sob o argumento que José Wellington Bezerra Júnior não havia deixado seu cargo de diretor na Casa Publicadora das Assembleias de Deus antes de se candidatar para as eleições na CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil), entidade máxima da referida denominação no Brasil.

Segundo o juiz de Direito da Comarca de Corumbá -GO, Levine Raja Gabaglia Artiaga, a Comissão Eleitoral da CGADB cometeu um erro grave ao aceitar a candidatura de Wellington Junior pois consta claramente no artigo 11, Parágrafo Único Do Estatuto da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil que “Diretores da CPAD são impedidos de ocupar cargos nos órgãos da CGADB”. 

 

Entretanto a Juíza de Direito da Comarca de Macapá, Ilana Kabacznik Luongo KapaH, pensa diferente. Segundo a Juiza “a Comissão Eleitoral da CGADB, que deferiu a candidatura do pastor Wellington Júnior está amparada pelo Estatuto da referida entidade, na medida em que aquele não faz distinção entre licença e desincompatibilização”. Segundo a Magistrada a licença do cargo de diretor da CPAD é suficiente para concorrer ao cargo de diretor da CGADB.

 

Apesar de indeferido o pedido em Macapá-AP, continua válida a decisão liminar proferida nos autos da ação nº 201700276250 da comarca de Corumbá-GO, que tornou NULO o registro da candidatura do Pastor José Wellington Bezerra da Costa Júnior, bem como afastou o Presidente e o vice-presidente da Comissão Eleitoral da CGADB.

Da decisão liminar cabe recurso, e o mérito da ação ainda será julgado em outro momento.

Candidatos: Concorrem às eleições de abril deste ano, os pastores Samuel Câmara e Cícero Tardim. Até que se julgue o mérito da questão, pastor José Wellington Júnior continua com sua candidatura nula por força da liminar.

Com informações do JM Notícias

Comente pelo Facebook

Comente pelo Facebook

Sobre o Autor

- A Rede Pentecostal é um site de Notícias Evangélicas do segmento pentecostal.

Escreva um comentário

XHTML: Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>