Mesmo suspenso, David Miranda filho segue pastoreando o Facebook


Pastor deusamorense prometeu orientar seus seguidores acerca da doutrina da IPDA


O pastor David Miranda Filho da IPDA (Igreja Pentecostal Deus é Amor), anunciou hoje (30) no seu Facebook que iria responder perguntas sobre a “doutrina de Jesus”, durante sua campanha conduzida através das redes sociais. Mas ao que tudo indica a tentativa do pastor de “ensinar seus seguidores de Facebook” não deu muito certo e logo ele retirou sua proposta do ar. O motivo? Sua timeline foi inundada de perguntas sobre o divórcio, relacionamento sexual e outras questões que o pastor está claramente impedido de responder atualmente. Sem considerar que alguns internautas transformaram o Facebook do pastor num verdadeiro festival da ignorância e da falta de bom senso. Uma jovem por exemplo perguntou ao pastor, “quais partes do corpo ela poderia depilar” (!!!).

Desde que foi afastado de suas funções na IPDA, após o vazamento de uma conversa onde o pastor aparece oferecendo sexo a uma jovem na internet, David Miranda Filho tem se dedicado exclusivamente a fazer campanhas de oração nas redes sociais. Ele inclusive ampliou a abrangência de sua campanha antes restrita ao Facebook agora para Youtube também. A estratégia de usar as redes sociais para manter contato com seus seguidores, transformou David Filho no primeiro pastor virtual da história da IPDA. Sem direito de subir aos púlpitos ou mesmo dizer uma única palavra no programa “A Voz da Libertação”, David vê no Facebook um rebanho disposto a apoiá-lo, a ponto inclusive de esquecer todo o escândalo em que ele se meteu e de pedir avidamente seu retorno aos púlpitos.

Mas nem tudo são flores no caminho do pastor. Não são poucos os deusamorenses que consideram uma afronta o pastor mesmo suspenso manter uma campanha no Facebook. “Você está sendo um divisor pare com essa campanha”, comentou um internauta em um dos perfis de David Filho. Outros aproveitam para insistir questionando ao pastor se vai acontecer com ele o mesmo que acontece com outros obreiros que pecaram na IPDA, ou seja a exclusão do ministério. O pastor é claro sempre se omite nessas questões, pois sabe que a IPDA está tratando seu caso de forma bem mais branda que a respeito de outros obreiros que passaram por situações semelhantes à dele. No Youtube as criticas à postura do pastor também se acentuaram, obrigando o pastor a bloquear os comentários nos seus vídeos. Em outros canais mais críticos ao pastor, os comentários são ainda mais pesados. “Larga essa imundícia de Facebook e se humilha”, declarou um internauta no Youtube. “Ele foi perdoado claro mais deve dar bons exemplos, parar de ficar falando dos pecados dos outros q nem fazia. [Tem que] ficar lá na IPDA de BANCO um bom tempo como os humildes ficam, e não ficar dando [uma] de pastor agora”, declarou outro internauta.

A Rede Pentecostal é o maior portal de Notícias Gospel do segmento pentecostal no Brasil.