“Não queremos um evangelho de usos e costumes”, diz Sérgio Sora


O pastor pentecostal afirmou em vídeo que não irá aceitar “usos e costumes” em sua denominação que será inaugurada em São Paulo





O Pastor Sérgio Sora, presidente do “Ministério Internacional Vida em Cristo”, afirmou em um vídeo postado nas redes sociais que pretende transferir a sede do seu ministério para São Paulo. O Apóstolo de Cristo garantiu que até o final do ano vai inaugurar um templo para comportar 500 pessoas que terá espaço também para estúdios de rádio e internet.

Sora ainda convidou obreiros e pastores a se unir com ele na nova empreitada da “Vida em Cristo” na capital paulista. Sérgio afirmou no entanto que para se unirem com a “Vida em Cristo”, os obreiros passarão por um estágio com ele em São Paulo para analisar se obreiro vai se adaptar à sua denominação. Segundo o pastor a medida é para evitar que os obreiros tragam “usos e costumes” para sua denominação. “Tem irmãos que trás do seu ministérios seus costumes, e não queremos um evangelho de usos e costumes, nós queremos um evangelho de Poder, nós queremos um Evangelho que pregue Cristo e não pregue usos e costumes, porque usos e costumes é do homem, mas o Evangelho, a Palavra é de Deus”, afirmou o Apóstolo.

O ex-pastor da IPDA, Sérgio Sora. (Reprodução Facebook)

Conhecido por ter pregações duras no passado quando era obreiro da Igreja Deus é Amor, de onde saiu em 2005 após se desentender com David Miranda, Sora foi um fervoroso defensor dos regulamentos da sua antiga denominação que incluía uma infinidade de “usos e costumes” que na época ele interpretava como “sã doutrina”. Até mesmo em questões delicadas com o divórcio, Sora pregava sem dar margem a interpretações que não iam de acordo com a doutrina de sua denominação. “Deixaram de lado seus filhinhos e agora porque a esposa está mais velha acabada, agora já está com outra mais novinha e ainda dizem ser pregadores do evangelho […] a Bíblia diz tão claro lá no livro de Romano 7 [..] que enquanto a mulher for viva o marido não pode ser de outra mulher, se não ele será chamado de adúltero. Não sou eu que fala mas a Palavra de Deus”, declarou o pastor em pregação no púlpito da “Deus é Amor” na década de 90.

Entretanto esse pensamento começou a mudar quando o pastor se separou da cantora Léia Miranda e contraiu um segundo matrimônio com Danielle Sora. Ano passado o Apóstolo ficou irritado com criticas de “deusamorenses” que acusavam o pastor de ter sido hipócrita em suas pregações. Sora rebateu as criticas alegando que não seria pecado se divorciar a não ser em situações específicas. “Quero que estes cegos leiam a Bíblia e deixem de ser ignorantes pois a Bíblia diz que é pecado divorciar a não ser por motivo de …… você sabe por qual motivo é permitido né?”, ironizou o pastor.

Pastor Sergio Sora justifica seu segundo casamento em postagem do Facebook no ano passado.

Muitos acreditam que o pastor estaria se referindo à passagem em Mateus 19:9 que diz: “Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério”. Essa passagem é amplamente utilizada pela grande maioria dos ministérios evangélicos brasileiros para justificar um segundo casamento.

“Me divorciei sim pelo motivo que a Bíblia me dá direito e me casei sim, porque a Bíblia me dá direito agora se você não aceita o problema é teu”, declarou o Sora na época.



Agora Sora quer levar o “Ministério Internacional Vida em Cristo” por um caminho diferente do que trilhou na sua antiga denominação. É possível que o ministério mantenha todos os aspectos de uma igreja pentecostal, curas, avivamento e etc, porém sem apelar para usos e costumes. Pode até ser que no futuro o ministério de Sora pareça mais com uma igreja neo-pentecostal, admitindo a Teologia da Prosperidade e rejeitando os tradicionais usos e costumes austeros dos pentecostais. O neopentecostalismo constitui a vertente pentecostal mais influente, a que mais cresce e também a mais liberal em questões de costumes. “Não quero hipócritas, longe de mim e longe da Igreja Vida em Cristo. Usos e costumes fique na sua própria igreja”, finalizou Sora.

Acompanhe o vídeo:

A Rede Pentecostal é o maior portal de Notícias Gospel do segmento pentecostal no Brasil.