Publicado em: seg, fev 20th, 2017

Púlpito Blindado: David Miranda falou sobre sua segurança em entrevista à Folha de SP

Amanhã irá fazer 2 anos que a Igreja Pentecostal Deus é Amor, perdeu seu fundador, Missionário David Miranda. Para relembramos um pouco da trajetória do pastor, a Rede Pentecostal irá publicar essa semana, diversos artigos contando fatos marcantes da história de Miranda.

Hoje relembraremos a entrevista dada por David Miranda à versão on-line do Jornal “Folha de São Paulo”. Conhecido por ter sido extremamente reservado e evitado a todo custo falar com a imprensa, David Miranda concedeu uma entrevista exclusiva ao jornal para rebater as acusações que um ex-obreiro teria feito à TV Bandeirantes, afirmando que a IPDA teria ligação com o crime organizado. No decorrer da semana falaremos um pouco mais sobre esse caso que teria sido o maior levante contra Miranda e a IPDA em toda sua história.

Leia a entrevista na íntegra:

David Miranda diz que ressentimento causou denúncias

LEONARDO FUHRMANN 10/05/2000 22h24
repórter da Folha Online

Em entrevista exclusiva à Folha Online, o missionário David Miranda rebateu as acusações de que a igreja Deus É Amor, da qual é fundador, tenha qualquer envolvimento com a lavagem de dinheiro, evasão de divisas e narcotráfico.

As acusações foram feitas por Guilhermino Filho do Prado, ex-contador e ex-chefe do setor de exterior da igreja, durante depoimento na CPI do Narcotráfico nesta quarta-feira (10).

“Este rapaz está chateado porque foi destituído do cargo que ocupava por estar numa situação contrária aos nossos regulamentos”, explicou o missionário.

Segundo ele, Prado vivia ao mesmo tempo com duas mulheres.

David Miranda era pastor da Assembléia de Deus até 1962, quando fundou a sua igreja, que atualmente é a segunda maior igreja pentecostal do país. São mais de 9.000 templos no país e igrejas em pelo menos 80 países nos cinco continentes.

O missionário é uma pessoa discreta, com muitos cuidados com a sua própria segurança. Ele tem um carro blindado e discursa de um púlpito protegido por um vidro à prova de balas.

“Comecei a ter estes cuidados depois que um rapaz deu três tiros em mim”, disse o missionário, em sua sala na sede administrativa da sede mundial da igreja, no parque D. Pedro.

Da janela do escritório é possível ver o prédio onde será um novo templo, na antiga sede da Mesbla da avenida do Estado.

O líder da igreja evita de falar muito sobre as questões administrativas da Deus é Amor. “Cada um cuida da sua parte, a minha é a espiritual”, declarou David Miranda.

O pastor afirmou que não é a primeira vez que sofre tentativa de extorsão. “Em 1991, três PMs foram presos quando tentavam me chantagear”, declarou.

Ele diz não lembrar do que o grupo o ameaçava.

David Miranda afirmou que jamais conheceu os traficantes Marcinho VP, Escadinha e Fernandinho Beira-Mar. “Não conheço eles nem de nome”, disse.

Comente pelo Facebook

Comente pelo Facebook

Sobre o Autor

- É formado em Comunicação Social - Publicidade e propaganda. Evangélico, criou a Rede Pentecostal para divulgar notícias do segmento pentecostal.

Escreva um comentário

XHTML: Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>