Publicado em: sex, mar 10th, 2017

“É importante ajudar os necessitados, mas não com o dízimo”, afirma Ereni Miranda

Uma declaração da presidente da Igreja Pentecostal Deus é Amor (IPDA), Missionária Ereni Miranda, tem causado um intenso debate sobre o papel do dízimo na igreja. Durante seu programa de rádio em que ministrava um estudo sobre dízimos e ofertas, Ereni Miranda afirmou que os dízimos não podem ser utilizados para ajudar os necessitados.

“É importante ajudar os necessitados, as criancinhas […] os idosos, mas não com o dízimo”, afirmou Ereni.

A Missionária ainda afirmou que os dízimos enviados para a Fundação Reviver, entidade assistencial ligada à IPDA, não são aceitos, e caso haja depósitos de dízimos para a instituição estes são depositados nas contas da IPDA.

A gravação que foi publicada nas redes sociais, não menciona a data em que as declarações foram feitas. Embora o áudio esteja parcialmente cortado, deu para notar que as apresentadoras queriam convencer os ouvintes de que há uma diferença na ajuda voluntária aos pobres e o dízimo na Igreja, e que portanto as doações enviadas à Fundação Reviver não podem ser consideradas como dízimo.

“Para fundação [Reviver] são [aceitas] ajudas voluntárias, mas não dizimo”, deixou claro a presidente da IPDA.

Essas declarações causaram insatisfação de internautas ligados ao ministério nas Redes Sociais. Boa parte dos internautas não concordaram com as afirmações de Ereni.

“Leia Atos dos Apóstolos e você vai ver que as contribuições era para ajudarem os irmãos necessitados, esta era a preocupação dos apóstolos”, afirmou um internauta. “Isso é sinal que ela não quer que dê os dízimos aos pobres”, afirmou outro internauta.

Dízimo, só em banco por segurança

Seguindo a mesma linhas de outras denominações neo-pentecostais, a Igreja Deus é Amor tem um discurso ferrenho sobre o dízimo. Geralmente as pregações do ministério sobre o assunto são recheadas de ameaças, quase sempre as custas de versículos “garimpados” do antigo testamento como é o caso de Malaquias 3:8 que na visão do ministério atribui aos não dizimistas o rótulo de ladrões e amaldiçoados quando não raramente sujeitam a Salvação ao ato de dizimar.

Ereni Miranda, ao lado de sua filha Débora Miranda (fonte: ipda.com.br)

A doutrina do dízimo obrigatório, trouxe êxito para a IPDA que se transformou em um ministério com muitas posses, porém ao mesmo tempo os desvios de dinheiro aumentaram também. Isso fez com que a IPDA nos anos 2000 proibisse os membros e obreiros de pagarem seus dízimos nas filiais do ministério (mais de 5 mil templos só no estado de São Paulo). Os dízimos deveriam ser depositados exclusivamente nas contas da IPDA, o que gerou muita insatisfação entre os obreiros da igreja que afirmam ser impossível manter os templos sem o dizimo direto aos cofres das filiais.

Ereni no entanto não parece estar preocupada com isso. Além de admitir que o dízimo não será destinado a ajudar os necessitados, também não quer que o dizimo seja utilizado diretamente pelas Igrejas locais.  “A conta bancaria da igreja é a casa do tesouro […] é melhor ainda que [o dízimo] não passa na mão de ninguém”, completou Ereni durante o programa.

Veja o vídeo:

 

 

Comente pelo Facebook

Comente pelo Facebook

Sobre o Autor

- A Rede Pentecostal é um site de Notícias Evangélicas do segmento pentecostal.

Mostrando 2 Comments
Dê sua opinião
  1. ANTONIO CARLOS disse:

    eu to admirado, uma irmã tão conhecedora da palavra falar uma bobagem dessa, se é assim e a igreja primitiva? e so ler pra entender ta em atos cap.4.1-4

  2. alberto disse:

    essa velha gosta de dinheiro,ta pouco se lixando pros necessitados,quer saber se a conta bancaria dela esta transbordando de grana,O RESTA QUE SE LASQUE PRA LA…

    TRISTE ISSO

Escreva um comentário

XHTML: Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>